Arquivo do autor:Eduardo Mello

Relatos de Motocicleta (2) – O instante fugaz de silêncio

Escrever é traduzir. Sempre o será. Mesmo quando estivermos a utilizar a nossa própria língua. Transportamos o que vemos e o que sentimos (supondo que o ver e o sentir, como em geral os entendemos, sejam algo mais que as … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Relatos de Motocicleta: um albergue nos Andes

Caminho para o mais decisivo momento. Tenho a consciência de que meus passos serão os últimos com essa cadência, com essa expectativa. Pode ser a única chance. Ontem, 8 de Julho de 2008, fora dia de reflexão. Depois desta noite, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

A última brisa de Bissau

Nota nº 2 Situação na Guiné-Bissau 04/01/2012 O Governo brasileiro acompanhou com preocupação os acontecimentos ocorridos na Guiné-Bissau, em 26 de dezembro de 2011, que provocaram a morte de duas pessoas. Como país amigo e na qualidade de Presidente da Configuração da Comissão de Construção da Paz … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | 13 Comentários

Brisas de Bissau (26) – Mapeamento (“Secretário, situação não está nada boa”)

não mais sorriso fugaz tique-tac nervoso fugidia linha-de-expressão esvanecendo-se feito nuvem nas entrelinhas do rosto. ramifica-se o olhar agravado em coordenadas de bissaudosa cartografia: arquipélago na escala das mais belas causas perdidas de memórias sedimentando-se em leitos de lágrimas afluentes … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | 8 Comentários

Brisas de Bissau (25) – Visita do Ministro Antonio de Aguiar Patriota à Guiné-Bissau

Nota 267 – Ministério das Relações Exteriores Visita do Ministro Antonio de Aguiar Patriota à Guiné-Bissau O Ministro Antonio Patriota realizará visita oficial a Guiné-Bissau no dia 20 de julho. Na ocasião, manterá reunião de trabalho com o Ministro dos … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Brisas de Bissau (24) – Dolores (o acidente, a diretora do cinema, o trabalho)

Y de pronto en lo alto  donde sólo los condores habitan yace en la ruta un hombre Entre Mendoza y Córdoba, en las Altas Cumbres, sinto o sabor do meu próprio sangue. Ignoram-me as pernas, lateja-me a cabeça, a pressionar … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | 4 Comentários

Brisas de Bissau (23) – Batuta (balanços, missões, doce de caju com brie)

  batuta   na intangível busca do presente sempre passado, no mecânico ofício de dar corda aos sentidos ao compasso do minuto, do relógio roubei o ponteiro das horas:   * * * Pairo sobre a experiência. Leitor dos pequenos … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | 4 Comentários